O TRABALHO INFANTIL E AS ESTATÍSTICAS OFICIAIS RECENTES NO BRASIL

  • Zéu Palmeira Sobrinho
Palavras-chave: Trabalho infantil, Estatísticas, Sociologia das ausências

Resumo

O artigo ora apresentado busca discutir a necessidade de se lançar uma análise crítica em relação aos números recentes sobre o labor de crianças e adolescentes. O problema central do artigo consiste em se saber se as estatísticas sobre o trabalho infantil no Brasil, conforme os dados de 2019, servem como tradução da realidade observada. A abordagem leva em consideração a base teórica da sociologia das ausências, segundo a ótica de Boaventura de Sousa Santos.

Publicado
2021-01-21
Como Citar
PALMEIRA SOBRINHO, Z. O TRABALHO INFANTIL E AS ESTATÍSTICAS OFICIAIS RECENTES NO BRASIL. Revista FIDES, v. 11, n. 2, p. 71-88, 21 jan. 2021.
Seção
Artigos Científicos Convidados

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##